Selecção Portuguesa a caminho do Europeu

Publicado em 12-07-2019

A selecção Portuguesa de Stickfighting (combate com bastão) realizou os últimos trabalhos de preparação para o europeu da modalidade, esta quarta feira, tendo feito uma sessão fotográfica para assinalar o fim destes longos meses de treinos. O europeu vai decorrer entre os dias 12 e 14 de Julho em Anagni-Itália, contando com centenas de atletas e 12 países.


Em competições internacionais, fora de Portugal, a selecção nacional conta desta vez com o maior número de atletas. No Europeu de 2017 na Polónia, Portugal apenas conseguiu participar com 9 atletas, agora conta com 14 atletas dos diversos escalões. O atleta mais novo tem 11 anos e o mais experiente vai competir nos seniores masters (> 40 anos).


A maior parte destes atletas já foram medalhados em diversas provas internacionais, tendo arrecadado títulos europeus e mundiais, os mais recentes no Europeu de 2017 e no mundial que decorreu em Lisboa, em Julho de 2018.


À semelhança de outras selecções Portugal é constituído por atletas civis e militares (GNR), sendo a nossa selecção a que mais atletas militares apurou para este europeu em solo Italiano.


Portugal vai participar nas várias disciplinas do Europeu, tendo como objectivo conquistar o maior número possível de medalhas. Para além de outros títulos, está em causa a renovação do título de campeão europeu, pela 4 vez consecutiva, do atleta/treinador, Carlos dos Santos e da renovação de campeões europeus dos atletas Pedro Santos e Rodrigo Andrade, nos respectivos escalões.


A selecção nacional, ao longo destes últimos anos, tem vindo a conquistar a admiração e reconhecimento das selecções adversárias, não só pelos resultados alcançados mas também pela qualidade técnica e pela aposta nos escalões de formação.


Apesar de ser uma modalidade amadora e sem apoios, a nível estatal, esta modalidade tem vindo a conquistar mais atletas e interesse por parte do público em geral.